SERVIÇOS

Pelo domínio da técnica e pela experiência na realização de serviços de manutenção com as instalações energizadas, a WT se distingue entre as empresas do ramo que ofertam serviços de manutenção em sistemas elétricos.

Fale conosco

Para falar conosco é muito fácil!

Você pode entrar em contato conosco pelo fone: (81) 99125.4438 (Whatsapp)

,

ou pelo e-mail: contato@wtengenharia.com.br

ou preencher o formulário a seguir e nos enviar:

Quem somos

Estamos comprometidos em fornecer a você, serviços de qualidade e segurança.

A WT Engenharia, Fundada em 1997, tem desenvolvido trabalhos nos diversos estados do Nordeste, atuando sob o conceito de engenharia integrada

A SATISFAÇÃO DO CLIENTE É NOSSA META


PORTFÓLIO

Na WT, cada serviço é tratado com imensa satisfação, como se fosse o primeiro, e de forma especial, como se fosse único.

  • Serviços de recapacitação dos barramentos 69KV com utilização de Técnicas de “Linha-viva” - TLE - ATLAS ENERGIAS



    Serviços de recapacitação dos barramentos aéreos (02BP e 02BA) em 69KV, nos trechos Paratinga (02C2) , Igaporã/Riacho de Santana (02C1), Malhada (02M1) e Bom Jesus da Lapa (02M2) na SE BOM JESUS DA LAPA, de propriedade da  CHESF, com utilização de Técnicas de “Linha-viva” - TLE

    Foram executados os serviços de duplicação nos barramentos  69KV (02BP/02BA), nos trechos Paratinga (02C2) , Igaporã/Riacho de Santana (02C1), Malhada (02M1) e Bom Jesus da Lapa (02M2)  na SE BOM JESUS DA LAPA, conforme especificações fornecidas, foram realizadas as seguintes etapas:

    1 - PROJETO EXECUTIVO ELETROMECÂNICO

    Execução de Projeto de Recondutoramento dos barramentos de 69 kV, principal e auxilar, nos trechos onde são encabeçadas as linhas Paratinga (02C2) , Igaporã/Riacho de Santana (02C1), Malhada (02M1) e Bom Jesus da Lapa (02M2), composto de Arranjo geral do pátio de 69 kV – Planta, Cortes e Detalhes com lista de material.


    2 - FORNECIMENTO DE CABOS, FERRAGENS, CONECTORES E ACESSÓRIOS

    A partir do Projeto Executivo Eletromecânico, serão fornecidos os itens necessários para a duplicação e conexão do novo barramento.
    Entre os itens fornecidos podemos citar:
    Parafusos, Conectores, Manilhas, Isoladores, Duplicadores, Grampos de Ancoragem, cabo Alumínio CAA, tipo RAIL, 954 MCM e acessórios; tudo conforme Projeto Executivo Eletromecânico aprovado.
    SERVIÇOS DE RECAPACITAÇÃO DE BARRAMENTO, COM TLE – TRECHO IGAPORÃ - PARATINGA.



    3 - DUPLICAÇÃO DE BARRAMENTO COM TÉCNICAS DE LINHAS ENERGIZADA

     SERVIÇOS DE RECAPACITAÇÃO DE BARRAMENTO, COM TLE – TRECHO IGAPORÃ - PARATINGA.

       RECAPACITAÇÃO -  02BA

    Solicitação ao ONS / CHESF da Barra 02BA desenergizada e isolada.

    Desconexão dos pulos que interligam a 02BA com os barramentos dos trechos em sequência, para evitar a indisponibilidade da barra durante os serviços;

    Desconexão dos pulos das chaves by-pass (tipo 6) das linhas 02C2 e 02C1 com 02BA.

    Montagem dos Equipamentos isolantes (Andaimes e Escadas)

    Em seguida, realiza-se a instalação das novas ferragens (de duplicação);

    Instalação de um dos lados do cabo novo;

    Retirada do cabo antigo;

    Instalação do outro lado do cabo novo;

    Depois, realiza-se a retirada dos materiais isolantes e desloca-se todo o conjunto para a fase seguinte e se repetem os procedimentos.

    Ao final solicita-se novamente, ao ONS / CHESF, a Barra 02BA desenergizada e isolada, para reconexão dos pulos de interligação dos trechos e das chaves by-pass (tipo 6).



        RECAPACITAÇÃO - 02BP


    Solicitação ao ONS / CHESF que uma das linhas esteja desenergizada (isolada) e a outra transferida pelo 02BA.

    Solicitar 02BP energizado a operação e realizar a desconexão dos pulos que interligam a BP com os barramentos dos trechos em sequência, com utilização de técnicas de Linha Energizada - TLE, para liberação do trecho e da barra durante os serviços;

    Com o trecho desenergizado, realizar a desconexão dos pulos das chaves de barramento (tipo 4) das linhas 02C2 e 02C1 com 02BP, inclusive os trechos transversais.

    Montagem dos Equipamentos isolantes (Andaimes e Escadas)

    Em seguida, realiza-se a instalação das novas ferragens (de duplicação);

    Instalação de um dos lados do cabo novo;

    Então, executa-se a Retirada do cabo antigo;

    Depois, Instalação do outro lado do cabo novo;

    Logo após, realiza-se a retirada dos materiais isolantes e desloca-se todo o conjunto para a fase seguinte e se repetem os procedimentos.

    Realizar a reconexão dos pulos das chaves de barramento (tipo 4) das linhas 02C2 e 02C1 com 02BP, inclusive os trechos transversais.

    Ao final solicita-se a Barra 02BP energizada, para reconexão dos pulos de interligação dos trechos.

    SERVIÇOS DE RECAPACITAÇÃO DE BARRAMENTO, COM TLE – TRECHO MALHADA – BOM JESUS DA LAPA.

       RECAPACITAÇÃO -  02BA

    Solicitação ao ONS / CHESF da Barra 02BA desenergizada e isolada.

    Desconexão dos pulos que interligam a 02BA com os barramentos dos trechos em sequência, para evitar a indisponibilidade da barra durante os serviços;

    Desconexão dos pulos das chaves by-pass (tipo 6) das linhas 02M2 e 02M1 com 02BA.

    Montagem dos Equipamentos isolantes (Andaimes e Escadas)

    Em seguida, realiza-se a instalação das novas ferragens (de duplicação);

    Instalação de um dos lados do cabo novo;

    Retirada do cabo antigo;

    Instalação do outro lado do cabo novo;

    Depois, realiza-se a retirada dos materiais isolantes e desloca-se todo o conjunto para a fase seguinte e se repetem os procedimentos.

    Ao final solicita-se novamente, ao ONS / CHESF, a Barra 02BA desenergizada e isolada, para reconexão dos pulos de interligação dos trechos e das chaves by-pass (tipo 6).

        RECAPACITAÇÃO - 02BP

    Solicitação ao ONS / CHESF que uma das linhas esteja desenergizada (isolada) e a outra transferida pelo 02BA.

    Solicitar 02BP energizado a operação e realizar a desconexão dos pulos que interligam a BP com os barramentos dos trechos em sequência, com utilização de técnicas de Linha Energizada - TLE, para liberação do trecho e da barra durante os serviços;

    Com o trecho desenergizado, realizar a desconexão dos pulos das chaves de barramento (tipo 4) das linhas 02M2 e 02M1 com 02BP, inclusive os trechos transversais.

    Montagem dos Equipamentos isolantes (Andaimes e Escadas)

    Em seguida, realiza-se a instalação das novas ferragens (de duplicação);

    Instalação de um dos lados do cabo novo;

    Então, executa-se a Retirada do cabo antigo;

    Depois, Instalação do outro lado do cabo novo;

    Logo após, realiza-se a retirada dos materiais isolantes e desloca-se todo o conjunto para a fase seguinte e se repetem os procedimentos.

    Realizar a reconexão dos pulos das chaves de barramento (tipo 4) das linhas 02M2 e 02M1 com 02BP, inclusive os trechos transversais.


    Ao final solicita-se a Barra 02BP energizada, para reconexão dos pulos de interligação dos trechos.










  • Limpeza de isoladores de Porcelana em Subestação de Planta de fabricação de Cimento - BRENNAND CIMENTOS



    Serviços de Manutenção preventiva Geral em Equipamentos das Subestações 230 kV localizadas na BRENNAND CIMENTOS em Pitimbu - PB

    Foram realizados os seguintes serviços:

    LIMPEZA DOS ISOLADORES DE PORCELANA
    A sujeira depositada na porcelana dos isoladores dos equipamentos pode gerar descargas superficiais, provocando curtos-circuitos.
    Em subestações próximas a áreas litorâneas e de produção cerâmica/cimento, como é o caso da BRENNAND CIMENTOS, estes fatos são mais contundentes, em virtude da decomposição do SAL e dos agentes da produção, trazidos pelas correntes de vento.
    Assim, neste item, será realizada a inspeção e limpeza geral dos isoladores de porcelana, constituindo de:
    - Aplicação de removedor de Cimento;
    -  Lavagem e Limpeza geral;
    - Remoção dos encrostamentos com esponja especial de lã de aço fina tipo “Scotch Brite” da 3M, preservando o esmalte da porcelana.
    - Polimento com cera a base de silicone (Porcelanas).

    MANUTENÇÃO NAS CONEXÕES ELÉTRICAS NOS EQUIPAMENTOS
    As conexões elétricas apresentam grande importância, uma vez que elas, quando defeituosas, poderão provocar falhas com graves consequências, tais como a ruptura do condutor ou mesmo um curto-circuito, além de se constituírem numa importante causa de retrabalhos e excessivo gasto de homem hora.
    Assim, neste item, serão realizados os seguintes serviços:

    Lubrificação de partes móveis dos equipamentos de pátio;
    Verificação e recuperação de contatos elétricos;
    Reaperto nos pontos de conexões dos equipamentos
    Reaperto e verificações nos painéis de comando;

    VERIFICAÇÃO DE INSTRUMENTOS E ACESSÓRIOS

    Os instrumentos e acessórios são muito importantes para os equipamentos, da subestação, pois, são eles que monitoram o funcionamento dos mesmos e informam da ocorrência de falhas, antes que possam causar danos de maior gravidade no sistema. 
    Por isso, o perfeito funcionamento dos mesmos garante a confiabilidade deste monitoramento e que não ocorram falhas tempestivas que podem causar a paralisação de todo o sistema.
    Assim, neste item, serão realizados os seguintes serviços:

    Troca da sílica gel de dois TRAFOS;
    Verificação do funcionamento da instrumentação e periféricos;








  • Pintura e Tratamento corrosivo em equipamentos 69kV, 230kV e 500kV - CHESF


    CLIENTE: CHESF

    Pintura e Tratamento corrosivo em mais de 150 equipamentos 69kV, 230kV e 500kV 

    Foram realizados as seguintes atividades:


    1. Desengorduramento, a fim de retirar da superfície metálica os resíduos de óleo, graxa e outras substâncias prejudiciais à aderência das tintas, executado com máquina Lava-jato e desengordurante específico.

    2. Escovamento / lixamento manual com objetivo de remover toda a oxidação existente no substrato.

    3. Aplicação de tinta a base de epóxi especial modificado poliamida pigmentado com alumínio e inertes especiais - Norma PETROBRÁS N-2288.

    4. Aplicação de tinta de acabamento a base de alumínio Fenólico - Norma PETROBRÁS N-1259 ou acabamento a base de Poliuretano (conforme o tipo de quipamento).


    Assim, foram realizados serviços nas seguintes subestações:

    Açu II, Santa Cruz, Currrais Novos, Natal, Campina Grande, Mussuré, Rio Largo, Bongi, Mirueira, Goianinha, Camaçari e Jacaracanga.








  • Manutenção Chaves Seccionadoras 230kV cm técnicas de linha viva - TAESA


    CLIENTE :  TAESA

    Serviços de Manutenção Preventiva Geral em Chaves Seccionadoras de 230 kV, com utilização de técnicas de linha energizada

    Foram executados os seguintes serviços, conforme Especificação Técnica TAESA - NTE.ET.0028.01:

    a) Realização do tratamento das superfícies oxidadas: 

    i. Inspeção/Substituição de parafusos, porcas e arruelas que apresentem oxidação; 

    b) Verificação do estado e condições dos anéis anti-corona e dos dispositivos restritores de arco: 

    ii. Verificação dos componentes quanto à corrosão, desgastes e limpeza. Corrigir ou substituir se necessário. 

    c) Verificação/Ajustes do alinhamento e o acoplamento dos contatos fixos e móveis; 
    d) Realizar a limpeza dos isoladores de porcelana: 

    i. Lavagem; 
    ii. Remoção dos encrostamentos; 
    iii. Polimento com cera a base de silicone; 

    e) Inspecionar os contatos quanto a desgaste. Substituir caso necessário; 
    f) Realização da limpeza, lubrificação dos contatos; 

    g) Inspecionar e verificar a montagem dos dedos de contato e das molas de apoio no contato móvel; 
    iv. Desmontagem, limpeza e banho de prata (Quando aplicável); 
    h) Realização da limpeza interna dos cubículos. Verificar estado das vedações da porta dos cubículos; 
    i) Realização de lubrificação onde for aplicável; 
    j) Verificação de ajustes mecânicos; 
    k) Verificação do estado de todos os componentes de comando, controle e de acionamento: 
    v. Fiação, fusíveis, relé auxiliares, termostatos, disjuntores auxiliares, réguas terminais, conexões elétricas, botoeiras de comando local, lâmpadas indicadoras de posição, motor, caixa de engrenagens, eixos de operação e transmissão, etc.); 
    l) Realizar operações com comando elétrico remoto e local, e operações com comando manual.

    m) Realização dos ensaios de resistência de contato.

    Obs.: Antes do início dos serviços, serão entregues os certificados de calibração dos instrumentos a serem utilizados nos serviços.




  • Manutenção em Chaves Seccionadoras, Disjuntores e TCs - UTE PAU FERRO - EBRASIL ENERGIA



    CLIENTE: EBRASIL ENERGIA
    Serviços de Manutenção Preventiva em chaves seccionadoras, Transformadores de Corrents e Disjuntores 230kV, com desconexão / reconexão de pulos utilizando técnicas de Linha energizada, instalados na subestação da UTE Pau Ferro – EPESA, com realização dos seguintes serviços:
    – MANUTENÇÃO PREVENTIVA GERAL EM CHAVES SECCIONADORAS
    SERVIÇOS:
    • 02 Seccionadoras Verticais Tipo S3CV-1250A
    • 03 Seccionadoras Verticais Tipo S3CV-1250A
    Colunas Giratórias:
    • Lubrificação e ajustes dos mancais.
    • Inspeção / substituição de parafusos que apresentem oxidação.
    Contatos Fixos e Móveis:
    • Ajuste e alinhamento dos contatos fixos e móveis.
    • Limpeza das partes de condução de corrente, utilizando lã de aço fina (scotch brite).
    • Inspeção / substituição de parafusos que apresentem oxidação.
    • Aplicação de pasta inibidora cobre-cobre para contatos de cobre (Unitemp BR).
    • Aplicação de pasta inibidora alumínio-alumínio para conectores e cabos de alumínio (Penetrox).
    • Verificação da penetração dos contatos, observando a sua centralização.
    • Verificação dos ajustes dos batedores.
    • Verificação / ajustes da simultaneidade e pressão do encaixe.
    Mecanismo de Acionamento e Transmissão:
    • Verificação da existência de folgas nas luvas / parafusos de travamento das uniões das hastes / fazer nova furação se existirem.
    • Inspeção / substituição dos parafusos ou peças que apresentem oxidação.
    • Verificação do estado dos pinos e contra pinos (substituí-los se necessário).
    • Fazer lubrificação das articulações, pinos, eixos e engrenagens.
    Armário de Comando:
    • Limpeza geral do seu interior.
    • Reaperto de todas as conexões.
    • Verificação/correção de defeitos e ajustes nos contatos fim-de-curso e mecanismos associados.
    • Inspeção da fiação e parafusos quanto à corrosão e contato elétrico.
    • Verificar / corrigir ajustes da haste de acoplamento, garantindo a sua funcionalidade.
    Estruturas Suporte de Isoladores:
    • Inspeção / substituição de parafusos que apresentem oxidação.
    • Inspeção e limpeza geral dos isoladores, realizando-se:
      – Limpeza a seco.
      – Remoção dos encrostamentos com esponja especial de lã de aço fina tipo “Scotch Brite” da 3M, preservando o esmalte da porcelana.
    • Polimento com cera a base de silicone

    MANUTENÇÃO PREVENTIVA GERAL EM DISJUNTORES
    SERVIÇOS

    • Complementação da carga de gás SF6, sendo:
      Carga de Gás em 01 Polo que se encontra com 8,0 Bar para os demais Polos será dado carga de Gás, se necessário.
    • Cadastro dos dados de placa do equipamento;
    • Complementação da carga de gás SF6 dos três polos
    • Inspeção visual
    • Verificar o estado geral do equipamento / painel seus componentes e conexões.
    • Verificar o estado das porcelanas quanto a quebra ou trinca. Verificar armários quanto a deformações, estado da pintura/galvanização, corrosões e aterramento, a caixa dos contatos auxiliares, etc…
    • Isolamento DC(Megger)
    • Avaliar o estado geral da isolação com o disjuntor aberto e fechado.
    • Isolamento AC(fator de potência)
    • Avaliar o estado geral da isolação com o disjuntor aberto e fechado.
    • Certificar-se da atuação dos pressostatos em seus valores nominais para os estágios existentes.
    • Verificação do tempo de carregamento das molas e comparar com as especificações de fábrica
    • Atuação funcional
    • Executar as operações de abertura e fechamento eletricamente, verificando a atuação correta dos diversos componentes, os intertravamentos, os alarmes e sinalizações.
    • Registro oscilográfico
    • Executar as medições dos tempos de fechamento e abertura das câmaras bem como a simultaneidade de fechamento e abertura dos pólos. De posse dos registros verificar a discordância de pólo para fechamento e abertura.
    • Resistência de contato
    • Realizar o ensaio de resistência entre contatos fixos e móveis do equipamento comparando com os valores dos ensaios de fábrica.


    TRANSFORMADORES DE CORRENTE – 230 KV
    Para tanto, foram realizados os seguintes serviços:
    • Identificação de Vazamentos existentes;
    • Realização de limpeza de cabeçote e reaperto de todos os parafusos, com substituição de peças, se necessário.
    Realização de limpeza do corpo do equipamento, realizando-se:
    • Limpeza a seco.
    • Remoção dos encrostamentos com esponja especial de lã de aço fina tipo “Scotch Brite” da 3M, preservando o esmalte da porcelana.
    • Polimento com cera a base de silicone
    Inspeção para verificar a existência de descargas elétricas superficiais na coluna de porcelana.


  • Manutenção Subestações e Linhas de Transmissão - UTE Vale do Açu / FAFEN - Petrobras


    CLIENTE: PETROBRAS


    - Substituição Membrana TC, com By pass energizado – FAFEN


    Realização de serviço de manutenção de TC, com utilização de Técnicas de Linha energizada, onde foram realizados os seguintes serviços:

    • MONTAGEM DE CONJUNTO ISOLANTE (próximo ao TC Chesf (94F1-2), outro próximo ao disjuntor 14F1 e outro próximo ao TC FAFEN (94F1-1) – Lado Chesf);
    • INSTALAÇÃO DO CABO BY-PASS;
    • DESACOPLAMENTO DO TC FAFEN – Lado TC CHESF (94F1-2);
    • DESACOPLAMENTO DO TC FAFEN – Lado Disjuntor FAFEN (14F1)
    • SUSBTITUIÇÃO DA MEMBRANA DO TC FAFEN (94F1-1);
    • INTERLIGAÇÃO DO TC E REIRADA DE CABO BY-PASS;
    • ACOPLAMENTO DO TC FAFEN – Lado Disjuntor FAFEN (14F1);
    • ACOPLAMENTO DO TC FAFEN – Lado TC Chesf (94F1-2);
    • RETIRADA DO CABO DE BY-PASS.



    - Manutenção de chaves seccionadoras 230kV - UTE Vale do Açu

    conforme determinação da especificação técnica MD-9208.00-7602-716-PHF-001 da Petrobras, foram executados os seguintes procedimentos para a manutenção preventiva geral das chaves seccionadoras:

    Montagem de conjunto isolante em andaime construídos em RITZGLAS®, cujas características elétricas e mecânicas atendem às normas IEC-855 e ASTM-F-711, o que permite o seu uso em instalações energizadas em tensões até 800 kV.

    Acesso ao potencial, com utilização de roupa condutiva específica, que permite ao eletricista equalizar o seu potencial com o campo elétrico do ponto energizado onde serão realizados os trabalhos. Esta vestimenta atende os requisitos da norma IEC 60895.

    Desconexão dos pulos (cabos) energizados que interligam a chave ao barramento para liberação da mesma para os trabalhos de manutenção preventiva na chave seccionadora.

    Reconexão dos pulos (cabos) energizados que interligam a chave ao barramento para, após os trabalhos de manutenção, retorno à situação normal.

    COLUNAS GIRATÓRIAS E FIXAS 

    a. Desmontagem e remontagem dos mancais de esfera, rolamento ou de buchas das colunas.
    b. Verificação dos estados das esferas ou rolamentos, substituindo se necessário. 
    c. Instalação de pinos graxeiros nos seccionadores que não disponham destes dispositivos.
    d. Lubrificação e ajustes dos mancais de esfera, rolamento ou de buchas das colunas.
    e. Inspeção / substituição de parafusos que apresentem oxidação.
    f. Inspeção e limpeza geral dos isoladores, realizando-se:
        -  Lavagem com água.
        - Remoção dos encrostamentos, utilizando álcool e tecido de algodão (morim), e quando necessário, usar palha de aço com pasta abrasiva, preservando o esmalte da porcelana.
        - Polimento com cera a base de silicone.
        - Substituição dos isoladores com trincas ou corrosão acentuada. Tratar e pintar partes metálicas com início de corrosão; aplicando processo de pintura compatível com a superfície e acabamento na cor cinza.

    CONTATOS FIXOS E MÓVEIS 

    a. Desmontagem, limpeza, remontagem e ajuste dos contatos fixos.
    b. Desmontagem e remontagem dos mancais de esfera, rolamento ou de buchas dos contatos móveis para lubrificação e substituição se necessário de esferas, rolamentos, ou buchas.
    c. Desmontagem e remontagem para avaliação e substituição (se necessário) das molas de amortecimento e pressão dos contatos móveis e fixos respectivamente.
    d. Desmontagem e substituição de conectores comuns por reforçados e cabos dos contatos fixos e móveis para substituição da pasta inibidora cobre-cobre e alumínio-alumínio. Torquear conexões.

    MECANISMO DE ACIONAMENTO E TRANSMISSÃO:

    a. Verificação das molas de contrapeso quanto à oxidação, quebra e ajustes. Substituí-las, se necessário.
    b. Verificação da existência de folgas nos acoplamentos e articulações das hastes de acionamento (hastes de interligação entre pólos e a haste vertical de transmissão de movimento do seccionador). Ajustar e eliminar folgas, corrigindo ângulo de abertura igual ou acima de 70°,
    c. Inspeção funcional dos redutores para avaliar a necessidade de substituição dos rolamentos, se necessário. Além da lubrificação deverá ser incluída a substituição dos retentores do eixo da coroa e do sem fim por outros de dupla vedação, com proteção contra sujeira e pó abrasivo do meio ambiente.
    d. Verificação do estado dos pinos e contrapinos, substituindo-os, se necessário.
    e. Verificação da funcionalidade do bloqueio de acionamento manual mecânico.
    f. Medição dos tempos de abertura e fechamento em seccionadores motorizados, para constatação de que os mesmos se encontram nos limites da normalidade. 
    g. Lubrificação dos pinos, eixos, articulações e engrenagens, quando aplicável.

    BLOCO DE CONTATOS AUXILIARES (CA)

    a. Limpeza, ajuste e verificação funcional de atuação dos contatos auxiliares (utilizar produto específico para limpeza de contatos).
    b. Inspeção do estado da fiação quanto ao ressecamento e oxidação dos terminais. Alertar a supervisão quando da necessidade de substituição de partes componentes da fiação.
    c. Reaperto e verificação das conexões quanto à corrosão e contato elétrico. Se a corrosão não for acentuada, tratar e colocar limpa contato.
    d. Verificação ou correção dos ajustes da haste de acoplamento, garantindo sua funcionalidade.
    e. Para os casos de seccionadores de acionamento manual, realizar selagem com vedante a base de silicone nos copos dos blocos dos CA.

    ARMÁRIO DE COMANDO

    a. Limpeza geral no interior dos contatos de porta.
    b. Reaperto e verificação das conexões quanto à corrosão e contato elétrico.
    c. Limpeza, utilizando produto específico para contatos, de todos os componentes elétricos (chaves fins de curso, contatos de porta, relés, disjuntores, contatores, botoeiras, chaves seletoras, fusíveis, termostatos e demais componentes).
    d. Verificação da funcionalidade de todos os componentes elétricos (chaves fins de curso, contatos de porta, relés, disjuntores, contatores, botoeiras, chaves seletoras, fusíveis, termostatos, resistores de aquecimento e demais componentes). Ajustar ou substituir os componentes, se necessário.
    e. Medição da corrente elétrica nominal do(s) motor(es), verificando se estão compatíveis com a(s) especificada(s) pelo fabricante. Verificar e ajustar, se necessário, o freio magnético.
    f. Inspeção das borrachas de vedação. Substituição, se necessário.
    g. Verificação ou correção de anormalidades dos sistemas de intertravamento elétrico e mecânico.
    h. Inspeção da vedação do(s) eletroduto(s) de entrada de cabos. Substituição, se necessário ou aplicação de selante de silicone cura neutra.
    i. Verificar estado de contato de porta quanto a ressecamento e estado do pino de acionamento.
    j. Inspeção nos redutores dos seccionadores de acionamento motorizado, para avaliar a necessidade de manutenção/substituição dos rolamentos.





    - Serviços de montagem de cantoneiras em aço para recomposição das torres da Linha de Transmissão 230 kV - UTE Vale do Açu

    Conforme notificação da USINA TERMELÉTRICA VALE DO AÇU, foi identificada a ausência de diversas peças em cinco torres do tipo SG21 da Linha de transmissão 230 kV:

    3/3 – 49 peças

    15/2 – 6 peças

    10/2 – 12 peças

    19/1-  60 peças

    20/1 – 60 peças

    Assim, conforme solicitação, serão realizados os seguintes serviços:

    1 – Verificação da integridade das torres para garantir a execução dos serviços;

    2 – Preparação das peças para substituição das unidades ausentes;

    3 – Montagem das peças pré-fabricadas;

    4 – Aperto e torque dos parafusos.



  • Manutenções em subestações e linhas de Transmissão - CHESF



    1 - Execução de serviços de manutenção eletromecânica de equipamentos de alta e baixa tensão, em subestações da Chesf no estado da Bahia, compreendendo a Manutenção em caixas, quadros elétricos e armários de equipamentos; chaves seccionadoras 13,8 kV, 69 kV, 230 kV e 500kV, TC, TP ou PR, Transformadores e Disjuntores 13,8 kV, 69 kV, 230 kV e 500kV, perfazendo mais mais de 400 Equipamentos elétricos com a realização dos seguintes serviços:

    • Manutenção em caixas, quadros elétricos e armários de equipamentos;
    • Tratamento anticorrosivo e pintura de TC, TP ou PR desenergizado;
    • Complementação de gás isolante SF6 em disjuntor desenergizado;
    • Correção de célula de banco de capacitor desenergizado;
    • Correção de eletroduto;
    • Correção de vazamento de ar comprimido, nitrogênio ou de fluido hi-dráulico;
    • Substituição chave seccionadora 13,8 kV desenergizada;
    • Substituição chave seccionadora 69 kV desenergizada;
    • Substituição chave seccionadora 230 kV desenergizada;
    • Substituição de TC, TP ou PR desenergizado;
    • Lavagem/limpeza de colunas de isolamento: TI, PR, pedestais, buchas, desenergizados;
    • Correção de cabeação de baixa tensão, de alimentação ou controle, inclusive de pátios;
    • Correção de cabeação de aterramento de equipamentos e estruturas me-tálicas;
    • Manutenção de conexão elétrica de alta tensão, em equipamento dese-nergizado e isolado;
    • Correção de luminária de pátio;
    • Manutenção de motoventiladores de trafos e reatores;
    • Manutenção de disjuntores, tipo I;
    • Manutenção de disjuntores, tipo II.

     Nestas atividades atuamos nas seguintes subestações da CHESF:
    Camaçari, Matatu, Pituaçu, Cotegipe, Jacaracanga Catu, Governador Mangabeira, Sapeaçu, Santo Antônio de Jesus, Funil, Eunápolis, Itapebi, Usina da Pedra,. Ibicoara e Brumado.



    2 - Manutenção e substituição de Peças em LINHAS DE TRANSMISSÃO CHESF:
    04M2/04M3 – ANGELIM / RECIFE II, 04M1 – RIBEIRÃO / RECIFE II, 04S1 – ANGELIM / RECIFE II .


    3 - Montagem de Chaves chaves Seccionadoras 230kV nas subestações AGL e RLD, com utilização de técnicas de Linhas energizadas.



    4 - Ampliação com Construção Civil e Montagem Eletromecânica (69kV) na Subestação de Itabaiana.